Como abordar e fechar lacunas de segurança na nuvem

A adoção e o uso de serviços em nuvem aumentaram significativamente nos últimos anos – e essa tendência só deve crescer à medida que as organizações adotam uma força de trabalho remota à luz do COVID-19.

Ainda assim, de acordo com o terceiro Relatório Anual de Ameaças em Nuvem da KPMG e da Oracle, enquanto 88% das organizações atualmente usam serviços de nuvem pública, 92% dos profissionais de TI e segurança não confiam que sua organização esteja bem preparada para proteger os serviços de nuvem pública. E 44% dos entrevistados disseram que têm uma grande lacuna.

Por que as equipes de TI e segurança se sentem tão despreparadas?

Além de lutar contra uma falta geral de talento e um aumento no número de cibercriminosos que visam os serviços de nuvem corporativa, existem ambientes híbridos e multicloud cada vez mais complexos que geram confusão em torno do modelo de responsabilidade compartilhada na nuvem e um grande número de ferramentas de segurança cibernética.

Se as empresas não implementarem os processos e controles adequados, bem como criarem uma cultura que incentive uma ampla consciência de segurança, as informações vitais na nuvem podem ser vulneráveis ​​a roubo, ataques cibernéticos ou pior.

Crie uma cultura de segurança na nuvem desde a fase de design

A segurança muitas vezes tem sido uma reflexão tardia entre os desenvolvedores e a equipe de segurança de TI. Normalmente, os desenvolvedores criam um produto ou serviço e, em seguida, trazem a segurança para avaliá-lo e corrigir quaisquer problemas que eles descobrem.

Esse processo pode levar a vulnerabilidades desnecessárias e adicionar trabalho extra a uma equipe que já tem prazos apertados e potencialmente com poucos funcionários.

Uma maneira de corrigir isso é trazer a segurança para o processo de design desde o início por meio de uma abordagem Secure DevOps (também conhecida como DevSecOps).

Ao incorporar segurança ao design de serviços ou produtos baseados em nuvem, as empresas podem ajudar a mitigar vulnerabilidades em estágio inicial, o que pode economizar tempo e custos e, em última análise, oferecer suporte a melhores controles de segurança em nuvem.

O Secure DevOps ajuda as empresas a alavancar habilidades e reunir recursos, bem como criar consciência além dos profissionais de segurança.

Essencialmente, ao oferecer um meio de automatizar a integração da segurança nos processos de DevOps, o Secure DevOps pode servir como um catalisador cultural que trata a segurança como um requisito de negócios e uma responsabilidade compartilhada por todos os membros de uma equipe de projeto.

Identificar e automatizar processos repetíveis

Dado o grande volume e complexidade dos ataques e a falta de profissionais de segurança cibernética com ampla experiência na nuvem, as empresas precisarão buscar a automação para ajudar a aumentar a eficiência – especialmente porque os orçamentos de TI continuam diminuindo.

As empresas devem identificar processos repetíveis que podem ser automatizados, procurando áreas onde a automação inteligente pode resolver desafios e gerenciar riscos. Por exemplo, a automação pode ajudar na aplicação proativa de varreduras de segurança estáticas e dinâmicas no ambiente de desenvolvimento / pré-produção.

Outra área em que a automação pode ajudar é no aspecto de execução de um programa de segurança cibernética, como monitoramento no ambiente de produção. Ao automatizar as atividades de monitoramento da nuvem, as empresas podem responder rapidamente quando uma violação acontecer e ajudar a mitigar os danos potenciais.

Simplifique as ferramentas e responsabilidades de segurança na nuvem

Apenas 8% dos profissionais de segurança de TI afirmaram entender totalmente o modelo de segurança de responsabilidade compartilhada, de acordo com o relatório da Oracle / KPMG.

Essa falta de clareza é um fator fundamental para a lacuna de prontidão da segurança da nuvem – e deixou as equipes de segurança lutando para lidar com um número crescente de ameaças que inicialmente presumiram que seriam de responsabilidade dos provedores de serviços de nuvem pública.

Parte do motivo dessa confusão é o grande número de serviços e componentes que as empresas usam hoje dos provedores de serviços em nuvem – e algumas empresas podem empregar mais de 30 de cada provedor de serviços em nuvem IaaS / PaaS por vez.

Cada um desses serviços requer um conjunto diferenciado de controles ou ferramentas de segurança cibernética. Na verdade, em média, os entrevistados da pesquisa Oracle / KPMG relatam o uso de mais de 100 controles distintos de segurança cibernética.

Embora o contrato com os provedores de serviços em nuvem seja um bom ponto de partida para construir esse entendimento, as empresas também precisam entender melhor as responsabilidades associadas aos serviços e componentes que estão sendo usados.

Para enfrentar os desafios associados ao modelo de responsabilidade compartilhada, as empresas precisam considerar a consolidação de um conjunto distinto de ferramentas em uma plataforma integrada e o alinhamento de responsabilidades.

As empresas hoje estão considerando comprar a maioria de suas ferramentas de segurança cibernética de um único fornecedor em uma tentativa de simplificar os processos.

Por último, é importante construir uma estratégia em torno dos serviços de nuvem atuais e planejados e certificar-se de esclarecer a responsabilidade de todos por cada um desses serviços, além do modelo de responsabilidade geral.

Agora é a hora de resolver seus problemas de segurança na nuvem

A lacuna na segurança da nuvem não é um desafio novo. Mas com o recente aumento de agentes mal-intencionados aproveitando as vulnerabilidades da nuvem e um aumento esperado na adoção da nuvem, fechar essa lacuna se tornou mais vital do que nunca.

Ao seguir essas etapas, as empresas podem começar a reduzir as lacunas e ajudar a diminuir o risco de vazamentos de dados ou ataques à nuvem pública.

Entre em contato agora mesmo com os especialistas da Conversys e conheça as soluções de segurança, gerenciamento de redes e conectividade. Estamos à disposição para ajudar a vencer os novos desafios.

Sobre a Conversys

A Conversys IT Solutions é uma provedora de serviços e soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação com atuação em todo o Brasil.

Com uma equipe técnica e comercial altamente qualificada e uma rede de parceiros que incluem os principais fabricantes globais de tecnologia, a Conversys IT Solutions está apta a entregar aos clientes soluções customizadas de Infraestrutura de TI e Telecom.

Investimos em nossos colaboradores e parceiros e primamos por uma relação duradoura com os nossos clientes, pois acreditamos que desta forma conquistamos competências e conhecimentos necessários para inovar e gerar valor aos negócios em que atuamos.