A tecnologia de Telemedicina melhora o acesso à saúde nas áreas remotas

Vários fatores contribuem para o acesso limitado aos serviços de saúde em áreas remotas, a exemplo de zonas rurais, como renda mais baixa, falta de transporte e seguro saúde inadequado.

Esses fatores tendem a empurrar novos médicos formados para cidades maiores e áreas metropolitanas. Mas a telemedicina está provando ser exatamente o que o médico prescreveria para lidar com a falta de provedores de saúde.

Enquanto a tecnologia de telemedicina era inicialmente limitada a conferências de áudio e vídeo usando ferramentas como o Skype, hoje as plataformas de telemedicina são capazes de coletar sinais vitais de pacientes e outros dados de saúde usando dispositivos conectados.

A tecnologia também está recebendo um impulso por órgãos de controle dos governos, que estão trabalhando para promover serviços de telemedicina para organizações de saúde em áreas distantes, com financiamento e subsídios para apoiar investimentos em software e hardware.

Isso mostra que as organizações do governo veem uma oportunidade para a tecnologia melhorar os resultados do paciente e abordar as lacunas no atendimento.

Unidades modernas de telemedicina agregam valor às instalações de saúde de curto e longo prazo

Os lares de idosos, por exemplo, dependem de médicos para visitá-los periodicamente para examinar seus residentes com problemas de saúde. Essas visitas garantem que as necessidades de saúde desses pacientes sejam monitoradas e atendidas.

Porém, nas áreas rurais, os residentes idosos nem sempre podem receber acompanhamentos frequentes, pois os médicos geralmente são escassos. É aqui que a telemedicina prova ser uma solução viável que pode trazer médicos remotos para aumentar a cobertura e ajudar os necessitados.

Há outra vantagem em adotar unidades modernas de telessaúde em lares de idosos que têm vários pacientes com alto risco de queda. No caso de um acidente de queda, um atendimento emergencial de telemedicina com enfermeiros pode fornecer acesso imediato aos médicos, sem ter que esperar por sua chegada.

Alguns enfermeiros  capacitados para esse tipo de atendimento oferecem avaliação de concussão e outros testes úteis que os médicos podem usar remotamente para avaliar imediatamente a condição do paciente.

Quais são algumas das preocupações de implementação da tecnologia de telemedicina?

A implementação de qualquer iniciativa de nova tecnologia requer planejamento, recursos e, é claro, financiamento.

Instalações de saúde localizados em longas distâncias geralmente não têm muito dinheiro disponível para gastar em atualizações de tecnologia e equipamentos, a menos que seja considerado necessário.

Isso representa um obstáculo para muitos deles implementarem a telemedicina devido à necessidade de algum nível de infraestrutura de TI em torno do wireless, bem como o investimento necessário para dispositivos médicos, câmeras e software.

Outro obstáculo esperado para a tecnologia de telemedicina é em torno das mudanças nos fluxos de trabalho e processos. Essas alterações exigirão mais tempo para o treinamento da equipe, bem como alterações em vários procedimentos operacionais padrão para a inclusão digital.

Finalmente, os desafios técnicos relacionados à falta de acesso à banda larga em áreas rurais podem levar a baixas taxas de adoção de telemedicina, já que a conectividade deficiente resultará em um sistema não operacional.

A telemedicina pode não resolver todas as carências de serviços de saúde nas áreas distantes, mas mostra-se uma opção viável para levar especialistas e outros profissionais de saúde aos pacientes sem a necessidade de sua presença física.

Percebendo um futuro digital na área de saúde após a pandemia de COVID-19

À medida que o setor de saúde fortalece seu arsenal científico, também precisa reconhecer o novo normal e implementar modelos de negócios sustentáveis ​​emergentes.

A Frost & Sullivan publicou suas previsões para 2020 em dezembro de 2019 e, embora algumas ainda se mantenham, devemos reconhecer o impacto significativo e as mudanças causadas pela pandemia COVID-19.

Essa nova visão para um futuro digital na área de saúde para 2020 e além não se concentrará apenas em medir a resiliência do segmento, identificando planos de continuidade de negócios e destacando a promessa da tecnologia digital, também explorará a estrutura de implementação e oportunidades imediatas para uma transição mais suave.

Globalmente, o segmento de TI para saúde deve crescer quase 8%, devido ao crescimento constante do mercado de telemedicina. Mas, apesar de alguns ganhos técnicos, ainda há expectativa de perda de US$ 45 bilhões em receita e até US$ 92 bilhões se as coisas não começarem a se recuperar até o final do segundo trimestre de 2021.

Em meados de 2021, o setor de saúde voltará à sua trajetória de crescimento original, no entanto, isso dependerá de novas oportunidades. O uso da telemedicina foi um importante passo para essa transformação.

A Conversys pode ajudar sua empresa a enfrentar os desafios da redução de custos e otimização de investimentos em TI. Entre em contato agora mesmo com os nossos especialistas e conheça as soluções de segurança, gerenciamento de redes e conectividade da Aruba Networks.

Estamos à disposição para ajudar a vencer esse desafio.

Sobre a Conversys

A Conversys IT Solutions é uma provedora de serviços e soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação com atuação em todo o Brasil.

Com uma equipe técnica e comercial altamente qualificada e uma rede de parceiros que incluem os principais fabricantes globais de tecnologia, a Conversys IT Solutions está apta a entregar aos clientes soluções customizadas de Infraestrutura de TI e Telecom.

Investimos em nossos colaboradores e parceiros e primamos por uma relação duradoura com os nossos clientes, pois acreditamos que desta forma conquistamos competências e conhecimentos necessários para inovar e gerar valor aos negócios em que atuamos.